terça-feira, 25 de maio de 2010

Kaiapós do Pará chegam no Acampamento Revolucionário Indígena na última sexta-feira.



4 comentários:

Anônimo disse...

E vão embora amanhã! Vão satisfeitos por terem sido atendidos pelo ouvidor da Funai, ao contrário dos "revolucionários" que se negam a conversar com a instituição!

25 de maio de 2010 15:13
Anônimo disse...

Os indígenas revolucionários se recusam a conversar ou a serem comprados pela Funai?

26 de maio de 2010 05:01
Anônimo disse...

Se a Funai pagar eles aceitam, é? Quem será que são os corruptos, então?
Esses índios deveriam é voltar pra suas casas e agradecer tudo que o Governo Lula tem feito em defesa deles! Mas são ingênuos, mulheres e crianças que se deixam manipular por servidores corruptos que perderam sua "fonte de renda extra"! Por isso querem tanto a revogação do Decreto, mas não tem nada a propor! Querem que tudo permaneça como era antes! Acordem!!!!

27 de maio de 2010 22:28
Anônimo disse...

não sou funcionário de funai mas acho que esses bagunceiros lá da praça deveria ser retirado de lá, porque eles já deixaram de ser indios faz tempo. Eles parece mais com os quilombola. Não adianta pintar a cara, expichar os cabelo, que não vira índio. O sangue já mistou tudo. Não é amis índio. Dá cgraças a deus ter a terra que a Funai demarcou, mas não querem trabalhar, prá não fazer calo na mão, Fica todo fantasiado, parecendo que é carnaval, judiando das criança nesse frio. Se eu fosse autotoridade, já tinha enfiado eles nos ônibus e mandado de volta lá pro lugar deles. E não deixava ficar aqui fazendo zorra, chingando palavrão. É mesmo um bando de muleques.

9 de junho de 2010 07:11

Postar um comentário